sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Review: Novo Universo de Warren Ellis e Guia de Leitura

Minissérie lançada pela Marvel entre 2007 e 2008, com roteiros de Warren Ellis e desenhos de Salvador Larroca e Steve Kurth.


Sinopse:

Planeta Terra. Habitado por mais de seis bilhões de pessoas. Pessoas que conduzem suas vidas normais, suas lutas diárias. Mas numa noite como qualquer outra, a Terra é abalada pelo evento celestial mais surpreendente já testemunhado pela raça humana: o Evento Branco. E a partir dele, um punhado de seres humanos surge como algo mais. Aqui reencontramos vários personagens reimaginados do Novo Universo original.

Review:

Kenneth Connel, Izanami Randall, o detetive John Tenses e a Dra. Jennifer Swan são os quatro personagens cujas vidas nunca mais serão as mesmas depois de se submeterem aos efeitos da luz branca. Cada um deles é apresentado em suas vidas cotidianas antes e depois do Evento Branco, enquanto que nos bastidores, agências governamentais como a CIA, o FBI, a ASN e até o exército tentam encontrar soluções para lidar com as aparições de seres super poderosos que começaram a manifestar seus dons após o estranho evento.

Warren Ellis utiliza basicamente os mesmos elementos da série Novo Universo original lançada nos anos 80, só que com uma grande diferença, que é passar um bom tempo apresentando explicações para o fenômeno e como cada um dos super seres – Estigma, Máscara Noturna, Cifra e Justice – estão relacionados com o propósito do universo em manter-se coeso. Na série original, havia mais personagens, mas as consequências e a maneira em como eles lidavam com suas transformações são bem parecidas com a forma como Ellis conduz a minissérie principal. Os desenhos de Salvador Larroca combinaram bem com o clima sci-fi da história, além de em vários momentos, mostrar alguns personagens como se fosse artistas de Hollywood (dá para se notar em alguns ângulos, artistas como Johnny Depp, Nicole Kidman, Gene Hackman, etc). Outra curiosidade é mostrar personagens do universo Marvel tradicional em versões diferentes, como Jim Braddock, que é o Capitão Britânia, mas que no Novo Universo é um famoso arqueólogo. Ellis também dá atenção ao fuso horário que existe nos EUA, para quem mora na Costa Leste e na Costa Oeste, pois há personagens que moram de uma ponta a outra do país, como Oklahoma (Oeste) e New York (Leste).

Outro cuidado com essa série foi a publicação de dois especiais:

- Novo Universo 1969 com roteiro de Kieron Gillen e desenhos de Greg Scott que mostra como a ASN lida com a aparição de super seres após o Evento Branco na década de 50. Tem até mesmo Tony Stark como um dos “escolhidos” pela luz branca para se tonar o Cifra. A maneira como essa questão é tratada é bem radical e num clima noir e pesado.

- Novo Universo Conquistador com roteiro de Simon Spurrier e desenhos de Eric Nguyen que mostra os efeitos da luz branca nos anos 1800 AC na antiga civilização de Zardath. Outra edição interessante, pois todas elas conseguem mostrar bem como diferentes pessoas de diferentes épocas lidam com as mesmas transformações.

Infelizmente a série acabou prematuramente, assim como sua versão original nos anos 80 também. Em minha opinião, o Novo Universo traz elementos que poderiam ser explorados por muito tempo, uma pena o cancelamento tão rápido. Recomendo a leitura da série toda.


Novo Universo (Guia de Leitura)

01) Novo Universo 1
02) Novo Universo 2
03) Novo Universo 3
04) Novo Universo 4
05) Novo Universo 5
06) Novo Universo 6
07) Novo Universo Shockfront 1
08) Novo Universo Shockfront 2
09) Novo Universo 1959
10) Novo Universo Conquistador

Nenhum comentário: