quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Banda Quebraqueixo promove Festival Itinerante Rock e Quadrinhos

Projeto envolve a realização de shows e de oficinas de criação de histórias em quadrinhos em escolas públicas do DF
Elaborado pela banda brasiliense Quebraqueixo, o Festival Itinerante Rock e Quadrinhos é um projeto multidisciplinar de artes integradas promovendo cultura e educação para alunos da rede pública do Distrito Federal. Unir música, artes gráficas e literatura são as metas que o Quebraqueixo pretende alcançar com as ações do projeto. 
Ao todo são 20 shows da banda seguidos por oficinas de histórias em quadrinhos em escolas públicas. Entre agosto de 2014 e maio de 2015, o Quebraqueixo visitou 10 colégios de cinco cidades diferentes – Recanto das Emas, Guará, São Sebastião, Ceilândia e Taguatinga –, num total de 17 apresentações. As três últimas ocorrerão em muito breve, de acordo com calendário a ser definido. 
Formada em 2001, a banda brasiliense Quebraqueixo conta com Evandro Esfolando (voz), Paulo Mattos (guitarra), André Bermak (bateria) e Herman Antunes (baixo). No mesmo ano lançou a primeira demo “Agita e Incendeia” e se apresentou no Festival Porão do Rock.
Em 2004 saiu o primeiro CD oficial, “Terra Torta”, lançado de forma independente. Entre março de 2006 e outubro de 2007, Canisso, na época ex-baixista do Raimundos, tocou guitarra no Quebraqueixo. Neste período, o trabalho da banda ganhou maior visibilidade, principalmente em São Paulo, onde fez shows e tocou ao vivo no Jornal da MTV.
Em 2009, começou a pré-produção do novo CD e de um livro, onde 14 quadrinistas de Brasília adaptaram as letras das músicas para os quadrinhos. O ousado projeto, batizado “Quebraqueixo – A Banda Desenhada”, foi crescendo e tomando forma. Em 2010, a banda recebeu apoio do FAC (Fundo de Apoio à Cultura) para produzir o CD, o livro e para realizar 14 shows e 14 oficinas de histórias em quadrinhos em escolas públicas do Distrito Federal. O CD/livro HQ recebeu boas críticas e foi indicado ao Troféu HQ Mix (Oscar dos quadrinhos brasileiros) e ao Prêmio Jorge Salim de excelência gráfica. O Quebraqueixo tocou novamente no Festival Porão do Rock e fez vários lançamentos em Brasília.
Em 2011, participou de importantes eventos de quadrinhos, como o FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos), em Belo Horizonte, Rio Comicom, no Rio de Janeiro, Gibicom, em Curitiba, e Montevideo Comics, no Uruguai.
Cada vez mais, o Quebraqueixo vem se diferenciando no cenário musical de Brasília por incluir linguagens literárias e artes gráficas em sua proposta artística. Prova disso são os resultados que estão sendo obtidos no projeto Festival Itinerante Rock e Quadrinhos.
Todo esse trabalho está sendo registrado pelo fotógrafo e cineasta Patrick Grosner. Confira as fotos na página do projeto no Facebook, clicando aqui. O projeto concorreu em seleção pública e foi contemplado com o apoio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal por meio do FAC (Fundo de Apoio à Cultura).

Nenhum comentário: