sexta-feira, 26 de junho de 2015

Os Piores Trabalhos de Rob Liefeld

Fonte: Eric Lovric, Mondo Vazio


Sou diretor de animação. Sei do trabalho que envolve produzir  alguma coisa. Exponenciando por setecentos, vislumbro um pouco do inferno que deve ser dirigir um Senhor dos Anéis, por exemplo.
Também já fiz ilustração. Um trabalho do cão. E quadrinhos então ? Coisa de chinês preso. Enfim, tudo que é bom dá muito, muito trabalho, e mesmo quando tosco, não raro, também dá. Por isso,  falar mal do trabalho alheio é algo que evito ao máximo. Não sinto prazer em espinafrar artista algum, quem quer que seja.
Com exceção do Rob Liefeld


Verdade que não é culpa dele.  Em algum momento no começo dos anos 90, os fãs de quadrinhos, sofrendo de insânia coletiva,  elevaram o Rob a semi-deus da ilustração, enchendo-lhe os orifícios de dinheiro. Quem sou eu para julgar ? Se fosse comigo, provavelmente também teria aceito a cortesia.
Mas se tivesse, me sentiria responsável por fazer toda uma geração de futuros desenhistas pensar:  ” Que da hora! Não preciso saber anatomia para poder fazer quadrinhos “.
Nem desenhar pés...


...nem mãos...


...nem sequências que precisam fazer sentido!


A real é que sempre que vejo a arte de Liefeld sinto como se me esfregassem no rosto a injustiça do mundo.  Penso em todos os grandes artistas que trabalham duro para continuarem pobres.
Pelo menos a insânia durou pouco e Rob não está mais entre nós . Se estivesse, talvez teríamos que ver o universo cinematográfico da Marvel construído a partir de seus concepts:


Logo menos tem mais.

Nenhum comentário: