segunda-feira, 16 de março de 2015

Dez poderes bizarros do Superman

No mês passado, a DC Comics publicou a revista Superman # 38, escrita por Geoff Johns e desenhada por John Romita Jr. A edição teve repercussão ao apresentar um novo superpoder do herói (veja todos os detalhes aqui).
O Homem de Aço é conhecido não só pela sua roupa azul e vermelha, mas também pela capacidade de voar, superforça, invulnerabilidade, supervelocidade, superaudição, supersopro, visão de raios-X e de calor. Ufa, isso justifica o “super” na alcunha do kryptoniano!
Entretanto, ao longo de 76 anos de existência, outros poderes fizeram parte de seu repertório, alguns esdrúxulos, outros temporários. Dentre as diversas habilidades que ele já manifestou – e, acredite, foram muitas –, uma grande variedade foi apresentada durante a Era de Prata dos quadrinhos norte-americanos, período fértil para bizarrices.

Veja abaixo dez esquisitices.
.
  • METAMORFOSE
Superman é capaz de mudar a aparência? De acordo com Superman # 45 (1947), sim. Na época, a revista trazia três histórias. Na terceira delas, The Case of the Living Trophies, Superman, Lois Lane e outras três pessoas são sequestradas por alienígenas de outra dimensão para ficarem expostas em um museu particular. Durante o resgate, Superman muda sua aparência manipulando o rosto e corpo com as próprias mãos, para assumir a mesma forma dos aliens!

  • TELEPATIA
Se Superman # 45 já não fosse esquisita o suficiente com a habilidade de metamorfose, outro poder é apresentado: telepatia! Superman usa poderes telepáticos para entrar na mente do alienígena e controlá-lo ao emitir comandos para escapar do aprisionamento.
E essa não foi a única vez em que ele demonstrou essa habilidade. Em outra edição, por exemplo, Clark Kent conseguia saber quem estava telefonando para ele usando poderes da mente.

  • VIAJAR NO TEMPO
Viver o presente não é o suficiente! Em 1947, o herói rompeu a barreira do tempo pela primeira vez usando a supervelocidade. Esse artifício foi utilizado diversas vezes ao longo dos anos, mas ficou popular por causa de Superman, o Filme (1978), em que ele usa esse método para impedir que Lois Lane morra soterrada.


  • VENTRILOQUISMO
Quando se fala em ventríloquo no Universo DC, a primeira coisa que vem à mente é o adversário do Batman. Mas, bem antes disso, na década de 1950, o Superman também sabia como enganar as pessoas ao projetar a sua voz, mas em uma escala muito maior! Mostrado em diversas histórias, isso era um artifício  para confundir os inimigos ou proteger a identidade secreta, fingindo que Clark Kent e Superman estavam em lugares diferentes.


  • CÓPIA EM MINIATURA
Em Superman # 125 (1958), a capa trazia o aviso: não revele o segredo do novo poder do Superman! Na história, o herói investiga atividades sísmicas sob a superfície e descobre uma nave alienígena, que explode ao entrar em contato com ele. Como resultado, a maioria de suas habilidades some, com exceção do voo e invulnerabilidade, e é substituída por rajadas similares a um arco-íris, que fazem os bandidos se renderem imediatamente. Mas ele descobre que, na verdade, os raios criavam uma miniatura de si próprio com a capacidade de usar seus poderes perdidos.

  • SUPERINTELECTO
Mostrar o Homem de Aço com uma inteligência acima do normal era muito comum. Exímio inventor, criava equipamentos para vários propósitos. Sua capacidade de raciocínio superior, aliada à supervelocidade, o permitia ler livros em segundos e aprender o que precisava sem dificuldades. Também tinha a facilidade de fazer complexos cálculos e aprender idiomas da Terra ou de outros planetas e conversar sem sotaques.
Tarefas mais complicadas, como uma cirurgia cerebral, até atividades corriqueiras, como dançar, cozinhar ou costurar, tornavam-se fáceis com sua capacidade de aprendizado.

  • SUPERBEIJO
O final do longa-metragem Superman II (1980) também mostra uma habilidade incomum: um beijo que faz Lois Lane esquecer de sua identidade secreta. Mas, antes disso, em Action Comics # 306 (1963), ele usou a mesma tática para despistar a suspeita de seu grande amor. Ou será que o beijo foi apenas para tirar uma casquinha e, na verdade, não era algum tipo de controle mental?


  • HIPNOTISMO
Com certeza você já se perguntou como ninguém consegue descobrir que Clark Kent e Superman são a mesma pessoa e até fez brincadeiras com o assunto. Em Superman # 330 (1978), Martin Pasko (roteiros) e Curt Swan (arte) resolveram mostrar que os óculos de Clark tinham lentes feitas com vidro do foguete que trouxe ele de Krypton para a Terra. Elas intensificavam um efeito hipnótico em seus olhos, fazendo com que as outras pessoas enxergassem uma imagem projetada do pacato jornalista.
Essa HQ foi publicada no Brasil, em 1985, na revista Super-Homem # 15 (Editora Abril).

  • PODERES ELÉTRICOS
A década de 1990 foi marcada por chacoalhar o status quo de diversos super-heróis. Especificamente com o Superman, ele morreu, ressuscitou, casou, perdeu o controle de seus poderes e desenvolveu um novo conjunto de habilidades baseadas em eletricidade, gerando também um traje diferente para conter a energia. E não parou por aí: antes de voltar ao normal, ele se dividiu em duas personas diferentes (reinterpretação de um conceito apresentado em 1963).

  • SUPERINSÍGNIA E VISÃO RECONSTRUTORA
Já foram mencionados aqui dois poderes que o Superman demonstrou nos cinemas: viagem no tempo e superbeijo. Mas outros dois também precisam constar desta lista.
Em Superman II, ao lutar contra o General Zod e seus asseclas na Fortaleza da Solidão, Superman transforma sua famosa insígnia em uma armadilha que aprisiona Non. E o que falar de Superman IV – Em busca da paz, em que, para reconstruir a Grande Muralha da China, basta emitir um estranho raio pelos olhos? Como assim?!



Nenhum comentário: