sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Dia do Quadrinho Nacional em Alvorada (RS)


Alvorada faz sua edição do Dia do Quadrinho Nacional, reunindo artistas em comemoração aos 146 anos.
Acontece no dia 30 de janeiro (sexta-feira), a partir das 21 horas, no Boteco do Neco, localizado na Avenida Maringá, 130, o primeiro evento da cidade em comemoração ao
Dia do Quadrinho Nacional, que completa neste ano 146 anos de produção nacional das histórias em quadrinhos.
No Brasil, desde 1984, a data de 30 de janeiro foi instituída pela Associação dos Quadrinhistas e Cartunistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP) para se celebrar o Dia doQuadrinho Nacional em homenagem à data da primeira publicação de As
Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte em 1869. Desde então, nosso país tem uma longa relação com os quadrinhos. A produção nacional passou por altos e baixos em seus mais diversos gêneros. Hoje, vive um momento de explosão criativa, com mais e mais obras sendo publicadas tanto por editoras quanto de maneira independente e atraindo um público diversificado.
Em Alvorada existe um grupo formado por colecionadores, quadrinhistas, ilustradores,
cartunistas e pessoas que de forma independente vem produzindo histórias em quadrinhos, que irão reunir-se com convidados e interessados nessa cultura, numa noite com exposição de ilustrações, quadrinhos, lançamentos e bate-papo.
O evento é uma realização do Ponto Multicultural, coordenado por Sabrina Sebaje, com apoio cultural da Quadrante Sul Comics de Denilson Reis e Alex  Doeppre,  que estarão
lançando a revista Peryc, O Mercenário 02, o fanzine Tchê 41 e o álbum de quadrinhos Sombras de Júlio Shimamoto.


Serviço: O que: Dia do Quadrinho Nacional – Edição Alvorada 
Quando: 30 de janeiro (sexta-feira), a partir das 21 horas. 
Onde: Boteco do Neco, Avenida Maringá, 130 (Parada. 50), Alvorada, RS. 
Maiores informações: www.facebook.com/events/1529747687311203 
tchedenilson@gmail.com. 

Via release

Personagens reunidos em comemoração ao Dia do Quadrinho Nacional 2015


Se você é quadrinista, meus parabéns! Hoje é Dia do Quadrinho Nacional e, para comemorar a data, o artista Pedro Leite, autor dos Quadrinhos Ácidos, decidiu reunir alguns personagens das HQs nacionais em uma única imagem. Ao todo, 28 artistas compõe a homenagem, entre ícones nacionais, impressos e webcomics. Confira a lista abaixo:

• Ultralafa – Daniel Lafayette
• Vó – Jean Galvão
• Edgar – Gustavo Borges
• Blue e os Gatos – Paulo Kielwagen
• Radicci – Iotti
• Tirinhas do Zodíaco – Pedro Leite e Rafael Koff
• Rê Bordosa – Angeli
• Laricat – Leonardo Maciel
• Willtirando – Will Leite
• Mentirinhas – Fábio Coala
• Quadrinhos Ácidos – Pedro Leite
• Objetos Inanimados – Guilherme Bandeira
• Turma da Mônica – Maurício de Sousa
• Vida de Suporte – André Farias
• Mundinho Animal – Arnaldo Branco
• Geraldão – Glauco
• Um Sábado Qualquer – Carlos Ruas
• Ryotiras – Ricardo Tokumoto
• Bear – Bianca Pinheiro
• Piratas do Tietê – Laerte
• Valente – Vitor Cafaggi
• Last RPG Fantasy – Lobo Limão
• Aline – Adão Iturrusgarai
• Armandinho – Alexandre Beck
• Malvados – André Dahmer
• Níquel Náusea – Fernando Gonsales
• Menino Maluquinho – Ziraldo
• Combo Rangers – Fabio Yabu

Vale lembrar que ano ano passado o artista Gustavo Borges prestou sua homenagem com uma montagem recheada de desenhos.

Eventos marcam o Dia do Quadrinho Nacional

Créditos da imagem: blog Iconográfico

Em comemoração ao Dia do Quadrinho Nacional, várias gibitecas, instituições e grupos de artistas estão organizando eventos relacionados ao tema. Palestras, exposições e mesas redondas acontecerão simultaneamente em diversos pontos do Brasil – e todos ao mesmo tempo! E, para matar minha curiosidade ajudar a divulgar a comemoração, criei uma lista com os eventos que acontecerão no país afora.

Semana do Quadrinho Nacional em Campinas (exposições, palestras e feiras)
Quadrinhos com Café em Brasília (exposição e feira de trocas)
Semana do Quadrinho Nacional em Belém (oficina, exposição e bate papo)

Claro que esses são apenas alguns exemplos de eventos que encontrei, mas acredito que existam muitos mais programados. Além desses, há um importantíssimo: a premiação do 31º Troféu Angelo Agostini, que acontecerá dia 31/01. Além da solenidade, a programação conta com mesa de autógrafos, palestra e homenagens.

Dia do Quadrinho Nacional

 

Apesar de ser instutuído apenas em 1984, 30 de janeiro é uma data especial para os quadrinhos nacionais, já nesse mesmo dia do ano de 1869 (mais de um século antes!), Angelo Agostini publicava As Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte.

30 de janeiro: Dia do Quadrinho Nacional


No dia 30 de janeiro é comemorado o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos, conhecidas também como HQ, uma popular e divertida forma de leitura que se popularizou no Brasil graças à histórias como Menino Maluquinho e Turma da Mônica e tiras reproduzidas em jornais, como Piratas do Tietê, Níquel Naúsea e Chiclete com Banana.

A historia das historias em quadrinhos no Brasil começa no século 19, quando passou a circular no ano de 1837 um desenho em formato de charge, de autoria de Manuel de Araujo Porto-Alegre, vendido em papel avulso. O cartunista Angelo Agostini é considerado o precursor das historias em quadrinhos no Brasil, pois criou  em 1869 As Aventuras de Nhô Quim ou impressões de uma viagem à corte, e também o responsável por introduzir os quadrinhos em publicações jornalísticas. 
A revista O Tico-Tico, lançada no dia 11 de outubro de 1905, é considerada a primeira revista em quadrinhos do Brasil. Concebida pelo desenhista Renato de Castro com ilustrações de Angelo Agostini e participação de diversos artistas, como J. Carlos, Max Yantok e Alfredo Storni, o formato foi baseado na revista infantil francesa La Semaine de Suzette, com alterações nos nomes dos personagens originais e tendo Chiquinho como a figura mais popular.
Por volta de 1930 foram passaram a ser publicadas no Brasil as histórias americanas,  como Krazy Kat, Gato Félix e Mickey Mouse. Na mesma década foram surgindo outras publicações voltadas para as HQ’s, como Mirim, Lobinho, O Globo Juvenil e O Gibi,  as duas últimas pertencentes à Roberto Marinho. As historias em quadrinhos da Disney passaram a ser publicadas no país apenas na década de 50, e para enfrentar a concorrência dos heróis americanos foram criadas versões brasileiras desses personagens, como Capitão 7 (inspirado em Flash Gordon e Super Homem) e Raio Negro (inspirado em Lanterna Verde e Cíclope do X-Men), além de personagens nacionais de novelas radiofônicas, como Jerônimo – o herói do Sertão,  serem transpostos para quadrinhos.


A partir da década de 60 aumentaram as publicações e personagens tupiniquins, com destaque para Pererê, de Ziraldo, Gabola, de Peroti, Sacarrolha, de Primaggio, e o maior sucesso do ramo no país, Turma da Mônica, editada pela Editora Globo e escrita por Maurício de Souza, considerado o maior nome dos quadrinhos nacionais. O jornal Pasquim ficou famoso por suas tirinhas de quadrinhos, principalmente os de Jaguar, e Daniel Azulay também criou o herói brasileiro  Capitão Cipó. A Editora Abril passou a publicar os heróis da Marvel e da DC Comics no Brasil, com as revistas Capitão América e Heróis da TV, e posteriormente com Batman, Super-Homem, Homem-Aranha e Incrível Hulk. 
A partir da década de 80, os grandes jornais brasileiros passam a inserir trabalhos de autores nacionais em suas tirinhas, antes exclusivamente americanas. Dentre eles, destacam-se Miguel Paiva (Radical Chic), Glauco (Geraldão), Laerte (Piratas do Tietê), Angeli (Chiclete com Banana), Fernando Gonsales (Níquel Náusea) e Luís Fernando Veríssimo (As Cobras). 

   

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Jornal “O Tiraço” abre inscrições para envio de tiras

Ilustradores já podem submeter trabalhos em tiras para nova publicação da RV Cultura e Arte

Aprovado através do edital “Arte em Toda Parte” da Fundação Gregório de Matos, “O TIRAÇO” é uma publicação de tiras, charges e ilustrações, em formato de jornal, agendada para ganhar as ruas da cidade de Salvador a partir da segunda quinzena de março. Destinado para um público principalmente infanto-juvenil, o impresso terá tiragem de 30.000 exemplares e será distribuído nas bibliotecas de mais de 80 instituições de ensino vinculadas a rede municipal, em todas as regiões da capital baiana, de forma inteiramente gratuita.
Com uma equipe de mais de 20 artistas  convidados, entre nomes como Flávio Luiz, Luis Augusto, Bruno Aziz, André Dahmer e Galvão Bertazzi, o projeto também abrirá espaço para novos talentos, Brasil a fora, que queiram ter suas tiras publicadas no jornal.
Quem deseja se habilitar, deve enviar os trabalhos até 6 de março através do blog do projeto (otiraco.wordpress.com), seguindo as referências listadas pelos editores. O resultado da seleção será divulgado até 10 de março. Pelo menos quinze tirinhas serão publicadas nas páginas de “O TIRAÇO”.
Quem estiver curioso já pode acompanhar a “redação” do jornal pelo do blog. Em breve lá também vai ser possível conhecer melhor os artistas envolvidos no projeto e até ler a publicação na íntegra!

Para mais informações mande uma email para rvculturaearte@gmail.com.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Curso ao vivo de História em quadrinhos: teoria e desenho com Kris Zullo


Você se sente um artista incompreendido porque adora desenhar, mas não considera seu desenho algo “profissional”? Você gosta muito de ler histórias em quadrinhos e quer saber tudo sobre seu processo criativo? Com a didática única do professor Kris Zullo, que junta teoria e prática de forma fácil e cheia de conteúdo, esse curso foi feito para provar que qualquer um é capaz, basta querer! Nele, será abordado todo o processo de produção de uma HQ, seja ela de super-heróis, tirinha de jornal, charge, cartoon ou mangá. Da ideia original à obra pronta, passaremos por todas as etapas do seu desenvolvimento: concepção e referências, técnicas de desenho (personagem, movimentos, roupas, cenários etc.), roteiro e narrativa, divisão de páginas e diagramação, uso de onomatopeias e balões de fala, acabamento e colorização. No final do curso, você será capaz de dar vida a toda sua criatividade, produzindo suas próprias HQs de maneira muito mais profissional.

Clique aqui e saiba mais detalhes para adquirir o curso.

Grupo aberto no facebook para os alunos:

SERVIÇO:

Ao vivo e gratuito:
26, 27 e 28 de janeiro das 19 às 22h
Reprise:
27, 28 e 29 de janeiro das 9 às 12h

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Marvel Comics anunciou reboot de seu universo

Aviso aos leitores: este artigo lida com fatos recentes do Universo Marvel, divulgados na mídia norte-americana, que ainda são inéditos no Brasil. Por isso, aborda acontecimentos que certamente podem prejudicar o prazer de sua leitura no futuro.
A Marvel Comics anunciou ontem, 20 de janeiro de 2015, que fará um reboot de seu universo. A divulgação foi realizada num evento para a imprensa, na comic shop Midtown Comics, em Nova York, nos Estados Unidos. Segundo os editores Axel Alonso e Tom Brevoort, nenhuma das várias realidades do Universo Marvel sobreviverá ao evento Secret Wars. Alonso explicou que o universo tradicional, conhecido como 616, e a realidade Ultimate vão colidir feito duas pizzas, cujos sabores vão se misturar.
O projeto começou com Os Vingadores de Jonathan Hickman, mas a ideia de mesclar as duas principais realidades da editora existe há mais tempo.
Como vem ocorrendo na arco atual de Avengers e New Avengers, Secret Wars # 1 mostrará uma incursão – um encontro de realidades – entre os universos 616 e Ultimate, e os heróis de ambos terão oito horas para evitar a catástrofe.
Alonso e Brevoort já anteciparam o resultado. Ao final de Secret Wars # 1, o Universo Marvel iniciado em 1961 – que posteriormente anexou toda a história anterior da editora – terá deixado de existir. No seu lugar ficará apenas o Battleworld, um mundo composto por partes de diversas realidades.
A Marvel lançará diversas minisséries e até novas séries mensais durante o evento Secret Wars. Alonso disse que será um ótimo ponto de partida para os leitores.
A Guerra Secreta começará com Secret Wars # 0, uma edição gratuita que será distribuída durante o Free Comic Book Day (FCBD), e que incluirá o crossover entre os Vingadores e o mangá Ataque dos Titãs, publicado no Japão em 2014.
Secret Wars # 2 será uma edição com o dobro de páginas, com um guia completo das realidades que compõe o Battleworld e tudo mais que os leitores precisam saber.
O evento será acompanhado de uma grande campanha paralela, comercializando todo tipo de produtos, incluindo brinquedos. Para isso, a editora já acertou parcerias com empresas como Hasbro, Funko, Mattel (Hot Wheels), Mad Engine e Mighty Fine.
Numa entrevista com o site Newsarama, Stan Lee disse que “qualquer coisa inesperada e diferente tende a capturar a atenção dos leitores. As pessoas vão querer ler para saber o que acontece. A Marvel não pode continuar fazendo as mesmas histórias de sempre. Me pareceu uma proposta intrigante”.
Lee também afirmou ter uma relação emocional óbvia com o material que ele criou junto com Jack Kirby e Steve Ditko, mas não imaginava que tudo ia durar para sempre.
Uma mapa interativo das realidades que compõem o Battleworld pode ser visto no site da editora. Dentre as histórias e lugares que fazem parte desse mundo estão: os Universo Marvel 616; 1616; 2099; a distopia do Hulk, de Futuro Imperfeito; Dinastia M; Era de Apocalipse; Dias de um Futuro Esquecido; K’un-Lun; Arachnia; Império da Hidra; Attilan; Tecnópolis, de Guerra das Armaduras; e muitas outras. Todas essas realidades foram temas de de teasers divulgados pela editora nos últimos meses (veja aqui).
A Marvel Comics anunciou um programa especial para promover esse evento, chamado True Believers, no qual diversas revistas serão vendidas por apenas 1 dólar. os títulos são: Infinity Gauntlet # 1, Marvel Zombies # 1, Age of Apocalypse # 1,Civil War # 1, Planet Hulk # 1, House of M # 1, Old Man Logan # 1, Armor Wars # 1, Miles Morales # 1 e Age of Ultron # 1.

        
                                       
            

            
FONTE: Universo HQ

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Quadrinista Eberton Ferreira lança “Causos #01 – O Demônio das Matas”


Já esta à venda a HQ Causos #01 – O Demônio das Matas, uma publicação independente do quadrinista Eberton Ferreira (Xamã, Binho e Quinha), do selo Fanzineston.
Com 52 páginas, formato 17x26cm, capas coloridas e miolo em tons de cinza toda em papel couché, a edição que custa R$12,00 (com frete já incluso para qualquer lugar do Brasil), apresenta um Brasil colônia, em 1533 D.C onde misteriosos assassinatos envolvendo a amputação e os sumiços dos pés de várias vítimas aterrorizam as tribos indígenas e o povoado da Vila São Vicente. Gonçalo, um jovem aventureiro português se une a Iberê, um índio tupiniquim para juntos tentarem capturar ou eliminar o assassino, que acreditam ser uma criatura maligna, apelidada por todos de O Demônio das Matas”.
Segundo informações do autor a obra apresenta “suspense, aventura e cenas que chocam“, buscando levar ao leitor a viajar em um “causo” em que fatos reais e históricos se fundem com a ficção. A obra pode ser solicitada diretamente com o autor pelo email eberton.ton@gmail.com, a edição esta sendo vendida via deposito bancário:
 
BANCO - Caixa Econômica
AGÊNCIA - 0174 
CÓDIGO - 013
CONTA - 00653681-5
NOME - Eberton Cardoso Ferreira.
 
Após o pagamento deve ser enviado uma imagem escaneada ou foto do comprovante de depósito + dados para envio da revista pelo correio (seu nome e endereço completos não esquecendo do CEP) para o email eberton.ton@gmail.com pondo como título do assunto, “compra da HQ Causos #01″. O autor adianta que todos os pedidos realizados serão postados no correio sempre na segunda-feira da semana seguinte. Todas as revistas serão devidamente autografadas.
 
Confira algumas imagens internas da edição:




FONTE: Zine Brasil

Seriado do Demolidor estreará em abril deste ano

A Marvel Entertainment e a Netflix anunciaram que o novo seriado do Demolidor (Daredevil) será lançado no próximo dia 10 de abril.
O projeto é o primeiro de cinco séries de televisão – Demolidor, Alias, Luke Cage, Punhos de Ferro e Os Defensores – baseadas em personagens da Marvel Comics, que serão lançados pelo serviço online.
Segundo Ted Sarandos, da Netflix, o intervalo entre os programas não foi fixado e pode variar de oito a 15 meses. Com essa flexibilidade no cronograma, ele espera dar tempo suficiente para a produção de bons seriados.
Estão no elenco de Demolidor: Charlie Cox (Matt Murdock, o Demolidor), Deborah Ann Woll (Karen Page), Elden Henson (Foggy Nelson), Ayelet Zurer (Vanessa Marianna), Rosario Dawson (Claire Temple, a Enfermeira da Noite), Vincent D’Onofrio (Wilson Fisk, o Rei do Crime), Vondie Curtis-Hall (Ben Urich), Scott Glenn (Stick), Bob Gunton (Leland Owlsley, o Coruja), Toby Leonard Moore (Wesley), Peter Shinkoda (Hachiro).


FONTE: Universo HQ

FUNQ – Feira Urbana Nerd de Quadrinhos, em São Paulo

Neste sábado, 17 de janeiro, das 10h às 20h, a Quanta Academia de Artes promove a FUNQ – Feira Urbana Nerd de Quadrinhos.
O evento será uma grande feira livre com os artistas vendendo seus trabalhos nas barracas, fazendo demonstrações ao vivo, análise de portfólios, bate-papo e oficinas especiais, que vão abordar como fazer um gibi e, se ele estiver pronto, como divulgar a sua publicação.
Diversos coletivos e autores estarão presentes, e os visitantes vão conferir inúmeros gibis independentes à venda, com muita coisa a “preço de banana”.
De quebra, barraca de pastel e banca de camisetas.
A Quanta está localizada na Rua Doutor José de Queirós Aranha, 246, Vila Mariana, São Paulo/SP.


Edição desta semana de Charlie Hebdo esgota e tiragem aumenta para cinco milhões

A França amanheceu o 14 de janeiro de 2015, com filas nos quiosques e bancas de jornal para a compra da revista Charlie Hebdo # 1178. A capa foi ilustrada com uma imagem do profeta Maomé segurando uma placa com os dizeres “Je Suis Charlie” (“Eu Sou Charlie”), amplamente difundida após os ataques, e o título Tout est Pardonné (Tudo está perdoado).
Na maioria dos postos de venda, a edição esgotou rapidamente. Na estação de trem da cidade de Nantes, por exemplo, foram vendidos 106 exemplares em cinco minutos e o estoque acabou antes das 5h20min.
Os responsáveis já anunciaram que a tiragem de três milhões será ampliada para cinco milhões de exemplares. Segundo uma reportagem do jornal Le Monde, a publicação será redistribuída diariamente até 19 de janeiro e permanecerá em banca até esgotar completamente.
Essa edição foi patrocinada pelo Google e por diversos veículos de comunicação franceses, como os jornais Le Monde e Libération e a rede de TV Canal +.
A direção do Festival de Internacional Angoulême, em parceria com a equipe da Charlie Hebdo, anunciou a criação do Prêmio Charlie de Liberdade de Expressão (Prix Charlie de la liberté d’expression).
O ataque à redação da Charlie Hebdo foi reivindicado pela Al-Qaeda da península arábica, numa mensagem de vídeo divulgada hoje.





FONTE: Universo HQ

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

CONHEÇA O UNIVERSO DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS!


O livro “Super Brazucas-o universo dos super-heróis brasileiros”, de autoria de Carlos Henry, da editora Ag Books, busca mostrar o universo de ontem e hoje do gênero super-herói brasileiro. Compila as edições 0 e 1 da revista digital “Quadrinhos em Ação”, especializada no seguimento.
Entrevistas e matérias sobre os super-heróis de Gedeone Malagola, Eugenio Colonnese, Emir Ribeiro, Sebastião Seabra, Lacarmélio de Souza (Celton); Gian Danton/Bené Nascimento (Joe Bennett) e Danyael Lopes; Guerreiros da Tempestade - Os Quadrinhos e a Produção do Desenho Animado; Nova e Velta, de Emir Ribeiro; Capitão 7 e Capitão Estrela- nos Quadrinhos e na TV; Família Titã, de Gian Danton e Bené Nascimento (Joe Bennett); Celton- o herói de BH; os anti-heróis da editora Júpiter II; resenhas de revistas, opinião entre os desenhistas e escritores, debatendo o gênero,ilustrações e muito mais...

Link direto para compra: http://www.agbook.com.br/book/131305--SuperBrazucas