segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Poesia, crítica social e Rock’n’roll nos independentes

O universo do quadrinho independente no Brasil tem apresentado edições bem caprichadas, seja como revistas ou zines. Por outro lado, não se tem perdido a ideia do underground e da contestação. A seguir, comento três títulos que expõem a opinião de seus autores por meio de poesias e da união do quadrinho com o rock. Um traço bem característico e presente no underground.

Closer – Thina Curtis é uma das mais importantes ativistas do underground fanzineiro no Brasil. A menina agita o movimento com a Fanzinada, importante evento itinerante de divulgação de fanzines. Thina lançou em novembro de 2011 a publicação Closer com uma mistura de quadrinhos, ilustrações e poesias, onde ela cede suas ótimas poesias para serem ilustradas e/ou quadrinizadas por vários desenhistas fantásticos, todos ‘figurinhas carimbadas’ da cena fanzineira do país.
Entre os participantes podemos citar Diego El Khouri, o estudioso Gazy Andraus, o professor e cyberpajé Edgar Franco e Goma. A capa é uma clara referência à autora e foi desenhada por Cledson Bauhaus. Contato:oficinadefanzines@gmail.com.
Projeto Chroma – O “Projeto Chroma” é a união de esforços de três autores independentes: Thiago Silva, Alexandre Garcia e Natália Lhen. Deste projeto criado em 2010, já nasceram duas publicações: Bandeirinha e Crônicas de Piápolis.
Embora com estilos de desenhos e narrativas diferentes, o objetivo das HQs é o mesmo, ou seja, fazer uma crítica social, embora sem ranços político-partidários, apenas mostrar as mazelas de uma sociedade cada vez mais individualista.
Em “Bandeirinha – Os Tesouros da Mãe Terra”, o tema abordado pelo desenhista Thiago Silva é o meio-ambiente e a ecologia. A partir de um traço limpo e com pássaros falantes como personagens principais, o autor aborda o tráfico de animais silvestres. Com um traço bastante realista, Alexandre Garcia em “Crônicas de Piápolis” conta o cotidiano de uma cidade em transformação do velho estilo de vida do final do século XX para o início do XXI. Aqui é impossível, para os “quarentões” como este articulista, não relembrar fatos de sua adolescência e início da vida adulta. Mais informações no site do projeto www.projetochroma.net.br.
Rock & Quadrinhos – Quem milita na área dos fanzines sabe que a química do rock com as HQs é perfeita. Muitos são os exemplos bem sucedidos entre estas duas artes. Hamilton Tadeu (Ha1000ton), que há muito edita o NFL Zine, ótimo jornal sobre rock, sempre introduziu outras artes na publicação, fato que levou a uma empreitada maior, o NFL Comics, com HQs baseadas em músicas e conceitos do mundo do rock, mas com uma liberdade poética que uma obra de ficção deve ter.
Mas Ha1000ton não parou por aí e adaptou a obra do Iron Maiden “Seventh Son of a Seventh Son”, uma excelente HQ com os desenhos do genial Fred Macedo. Ambas as revistas vêm no formato comics norte-americano e foram impressas totalmente coloridas. Indispensável para fãs de rock e quadrinhos. Contato: nflcomics@hotmail.com.

Nenhum comentário: