quarta-feira, 2 de outubro de 2013

GALERIA DOS SUPER-HERÓIS MOSTRA DIVERSOS PERSONAGENS BRASILEIROS DOS QUADRINHOS

Por: José Salles


Para aqueles que tem mais de 40 anos e viveram o tempo em que os gibis dominavam as bancas de revistas, visitar esses locais nos dias de hoje é uma experiência desoladora. As publicações de Histórias-em-Quadrinhos ficam relegadas num canto e, com raríssimas exceções, não servem nem para papel higiênico. De qualquer forma, talvez por hábito, continuo frequentando as bancas – mais precisamente, na busca por filmes raros em dvd, produtos dos quais as bancas, hoje em dia, ainda são generosas em apresentar. Enfim, estava eu olhando as prateleiras da banca da estação rodoviária de minha cidade, e vi uma publicação que me chamou a atenção: na capa avistei um personagem que lembrava o Mylar (criado por Eugênio Colonnese), além do Judoka (de Francisco Anísio e Eduardo Braon) e do Super Heros (de Paulo Fukue). Estes personagens brasileiros dos Quadrinhos dividiam a capa dessa publicação com outros três que são ‘clones’ óbvios de personagens da Marvel e DC. Lançado pela Editora Minuano, trata-se de um caderno de passatempos dedicado ao público infanto-juvenil, batizado de Galeria dos Super-Heróis (formato 27 cm x 20,5 cm, capa couchê colorida plastificada, com 16 páginas coloridas também no papel couchê, por R$ 4,90). Não se trata de um álbum de figurinhas no estilo tradicional, daqueles onde as figurinhas são vendidas em envelopes, separadamente – aqui, as figuras já vêm impressas, prontas para ser recortadas e coladas nos locais indicados. Consta ainda página com passatempo e outra para colorir. E o mais bacana de tudo é que, além daqueles que constam da capa, vários outros personagens brasileiros das HQs aparecem nas figurinhas: os clássicos dos anos 60 tais como Raio Negro, Homem-Lua e Hidroman (de Gedeone Malagola), Golden Guitar (Ricardo Machado), Mystico, Homem-Fera (Rivaldo Macedo) Fantastic (Osvaldo Talo), Escorpião (Wison Fernandes e Rodolfo Zalla), O Gato, Superargo, X-Man (Eugênio Colonnese), Visg (Nico Rosso), Pabeyma, Karatemen (de Paulo Fukue, sendo o Karatemen lançado nos anos 70), Fikom (Fernando Ikoma), Capitão Estrela (Getúlio Delphin), Capitão 7 (de Ayres Campos, mostrado aqui como ‘Capitão Z’, provavelmente para evitar constrangimentos com os herdeiros de Campos, uns chatos que não permitem que sequer se mencione o nome do personagem, relegando-o ao ostracismo diante das novas gerações). Aparecem também O Vingador (de Sebastião Seabra), Ultra-Boy, Corujack e Sideral (de Franco de Rosa), Fantastic Man e Fantasma Negro (de Tony Fernandes), todos eles desenhados por Arthur Garcia para esta edição – e vários dos personagens de Garcia, decalques dos personagens Marvel-DC, igualmente aparecem nesta edição. Conferindo o expediente da revista, descobri que esta publicação foi concebida pelo estúdio de Franco de Rosa – o que não deveria ser surpreendente, afinal, goste-se ou não do editor, ele sempre respeitou e trabalhou a favor dos personagens brasileiros dos Quadrinhos. Para quem não encontrar nas bancas, segue aí o endereço virtual da Editora Minuano: www.edminuano.com.br

Um comentário:

Léo Duarte disse...

Por acaso vc teria pra download Sullivan? Seria bem legal... ;)