quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

NOVO SISTEMA de férias!


Pois é, caro leitor. Chegou aquela época do ano que já virou uma pequena tradição aqui no Novo Sistema: Férias!
Todo mês de dezembro, o blog entra em recesso para as festividades, confraternizar com os amigos e familiares e recarregar as baterias para os próximos 12 meses.
Desejamos a todos os nossos leitores um Natal espetacular e um 2014 cheio de realizações.
Planejamos mais novidades para o próximo ano. Aguarde!


DOWNLOAD: A ORIGEM DE MISTÉRIO #1


Das páginas do HOMEM-CAMALEÃO, finalmente é revelada a origem de MISTÉRIO! Minissérie em 3 edições, com roteiros e argumentos de Suád e Adriano Sousa, desenhos e arte-final de Zilson Costa e cores de Lunyo A. Souza. Esta superequipe trás até você uma HQ imperdível! Confira AGORA!!!

Download: http://www.mediafire.com/download/92xw8832ak33cpw/A+Origem+de+Mist%C3%A9rio+-+Parte+1+-+COMPLETA+-.rar

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

DOWNLOAD: MUNDOS COLIDEM #3


Maxi-série em 10 edições que reúne os maiores super-heróis das HQBs em um confronto para decidir o destino do nosso mundo contra as forças malignas de ÉREBO, ÊQUIDNA e NIX. Três criminosos vindos do futuro que se refugiam em nosso tempo buscando reestabeler seus poderes e iniciar seus planos de dominação. Nesta edição: Ainda aturdidos com os eventos que se desenrolam, os heróis enfrentam uma nova e perigosa ameaça... E quando tudo parece perdido, entra em cena o SENHOR INFINITO e seus LEGENDÁRIOS!

Não deixe de comentar!

Lançamento fanzine Adorável Noite #36

Contos de Vampiros e Terror - Download gratuito!


http://contosdevampiroseterror.blogspot.com.br/2013/12/fanzine-36-adoravel-noite-contos-de.html

                                                        Clique AQUI para Acessar e Baixar!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

4ª EXPO HQ - São Luís


E é sábado agora, pessoal!!!! Dia 21/12/2013! Mega-evento feira de quadrinhos com a pré-inauguração da mais nova gibiteria da cidade: O Beco dos Quadrinhos!!! Quadrinhos, comics, mangás e afins, novos e usados, raridades, muita coisa bacana. O endereço? Edifício Sousa Center (atrás da RFFESA), centro de São Luís-MA, Brasil. Sala 301. Chegou na RFFSA, desce do ônibus, atravessa a rua e já viu o edifício Sousa Center. Sala 301. Vai lááááá!!!!

domingo, 15 de dezembro de 2013

REVISTA CARTUNISMOS


Revista independente do cartunista gaúcho Maurício Zamprogna, o Ício. São 32 páginas coloridas com muitos quadrinhos e tiras, além de alguns cartuns e charges. Vários inéditos. O tema abordado é o humor satírico, peculiaridade do autor. Lançada no dia 8 de novembro de 2013, na feira do livro de Passo Fundo-RS, a revista foi viabilizada  com uma parte do prêmio em dinheiro recebido por Maurício pelo 2º lugar no Salão de Humor de Volta Redonda 2013. 
A revista pode ser adquirida da seguinte forma:

-Envie seu pedido com nome e endereço completo para o e-mail: iciopz@bol.com.br
-O valor da revista é R$7,00. Frete grátis.
-A forma de pagamento é por depósito bancário.

Mais informações sobre a revista e o trabalho do cartunista Maurício no endereço:

DOWNLOAD: Caglilione Cister de Joacy Jamys

A HQ “Caglilione Cister” foi produzida em 1998 e publicada originalmente na revista Fúria #01 (2000) e no zine Bifa Especial (SP, que seria incluída na revista Ervilha 02).
Esta HQ é um trabalho que mescla dois estilos diferentes, um noir (escuro) e outro claro, lembrando uma linha mais acadêmica, dinâmica e de enquadramentos rápidos. 
Esta é mais uma chance para quem curte os trabalhos de Jamys poder apreciar um pouco mais das obras deste artista que deixou saudades. Sempre que possível, estarei publicando diversos quadrinhos, ilustrações e tiras do artista, aguarde e me escreva ou mande um e-mail.

Abração, galera e boa leitura!







Download: http://www.mediafire.com/download/l2e2u0gwaund2pm/Caglilione+Cister+-+Joacy+Jamys.pdf

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Marcelo Salaza: ajudando um colega de traço...


Nas nuvens...

Bem, os caras ai na foto são o André Rissano, o do meio é o alvo de toda esta mobilização, o quadrinhista Marcelo Salaza e ao lado dele esta nada mais nada menos que o super astro da Marvel Olivier Coipel, este momento mágico aconteceu recentemente no Comicmania 15, lembro bem quando o Marcelo ao voltar do evento me ligou super empolgado, pois tinha batido um papo com o Coipel e estava todo feliz por entregar um exemplar da Revista Ultramix # 2 em mãos para o cordial artista. OSalaza realmente ficou nas nuvens, só quem curte o que faz nunca perde o encantamento pelo seu ofício, assim é o Salaza um cara que executa com amor o seu trabalho, que não são poucos, quem conhece este figura sabe que ele sempre está envolvido em inúmeras atividades, e foi sendo assim que ele aprendeu a colecionar amigos...

1,2,3,4,5...

Porém, a vida é assim, num dia você esta nas nuvens e alguns dias depois leva um golpe avassalador, você beija a lona e a contagem é aberta. O Marcelo Salaza simplesmente perdeu tudo o que construiu em sua vida em questão de minutos, com um alagamento na região de Queimados, onde mora (quinta 05 de dezembro). No dia seguinte ao ocorrido consigo falar com ele finalmente, e com aquela simplicidade típica que o caracteriza o cara já me diz que tá pronto pra recomeçar. Afinal filhas e esposa estão bem, alguns poucos materiais de trabalho foram salvos. Mas é “VIDA QUE SEGUE” como costuma falar, este é o Salaza...

Gerando Movimento...

Só agora tive tempo de por o Pencil Blue Studio nesta “guerra”, foi aqui que começou nossa parceria que depois virou amizade, escrevi este texto, com o objetivo de convocar a GALERA DO TRAÇO, pois não consegui imaginar uma justificativa para pedir ajuda para quem não seja do meio.

Afinal só quem já virou noites, ficou desenhando horas até destruir totalmente suas costas, comeu miojo no almoço e no jantar durante semanas e muitas vezes nem isso tinha, quem já escutou milhões de vezes o seguinte questionamento quando você diz que trabalha com quadrinhos ai te perguntam “isso da dinheiro?” ou quem já se sentiu isolado inúmeras vezes na sua prancheta tendo que enfrentar inúmeras dificuldades e todas te dizendo que isso não vai dar certo e que tá na hora de procurar um trabalho de verdade, ou que mesmo trabalhando com quadrinhos, você ainda acumula diversas outras atividades para poder melhorar o seu orçamento vai entender o porquê estou convocando a GALERA DO TRAÇO, poderia ser qualquer um de nós, desta vez foi oMarcelo Salaza, e tenho certeza absoluta que todos gostariam de se sentir amparados por colegas de traço num momento de dificuldades destes...


O Projeto

O objetivo é ajudar através de um leilão de artes originais de personagens das HQs que tanto gostamos. Nesta empreitada as mulheres saem na frente: Sonja, Vampirella, Gata Negra, Miss Marvel, e outras personagens que povoam as paginas dos comics. Artes de demais personagens também são bem vindas. 

As artes podem ser em qualquer técnica: lápis, finalizadas em nanquim, guache, caneta. Os originais devem ser feitos em papel gramatura 140 a 180, formato de preferencia A3 ou caso você já tenha outro formato disponível mande assim mesmo. Não utilize folhas oficio, pois não vendem devido a baixa qualidade do papel.

O amigo Amorim disponibilizou sua plataforma para isso, segue o link aqui.

Leilão para ajudar o artista carioca Marcelo Salaza:

Artes podem ser enviadas para o estúdio do Amorim, para saber o endereço entrem em contato pelo e-mail:
Ou deixem um recado inbox em minha pagina pessoal do facebook ou na fanpage do Pencil Blue Studio.

O leilão será realizado no dia 06 de janeiro de 2014.

Caso puderem enviar com antecedência isto irá ajudar na logística do Amorim.

Catarse

Outra ação que estamos estudando é de criar um evento no Catarse, plataforma de financiamento coletivo, utilizando os personagens da revista Ultramixque o Marcelo Salaza é colaborador, a ideia e que o projeto sirva como suporte para reforçar esta ação do leilão já que não sei se o mesmo vai atingir os fãs de quadrinhos de forma mais eficaz, o Catarse por ser uma plataforma colaborativa talvez tenha mais êxito.

Novidades em breve!

Auxilio na divulgação:

Senhores aqui uma parte importante, não existe uma grande equipe do Pencil Blue Studio na parte administrativa, são somente eu e o Marcelo Salaza,com ele nesta situação o estúdio parou, pois estou desde sexta dia 06 de dezembro totalmente voltado para tentar minimizar a situação dele, vários amigos já estão se prontificando com doações de arte divulgando como podem entrando em contato com outros desenhistas.

Contudo venho aqui pedir que se caso você que esteja lendo esta matéria tenha um blog de entretenimento, um site, faça parte de uma comunidade de artistas ou qualquer outro meio e queira, possa ou esteja disponível  a ajudar com uma nota sobre a ação que estamos desenvolvendo, ficaremos imensamente gratos.

Recentemente vi uma nota dizendo que o Fotolog Terra será desativado definitivamente, em outros tempos esta ação de ajuda ao Marcelo Salaza teria umaCASA CERTA querendo ou não o antigo fotolog  foi adotado por nós desenhistas, com toda certeza quem viveu este tempo conhece o Marcelo Salaza, pois eu o conheci lá, então seria uma ótima oportunidade para fecharmos um ciclo de uma era importante na trajetória de vários desenhistas, GALERA DE ARTISTAS DO ANTIGO FOTOLOG TERRA O MARCELO SALAZA PRECISA DE NÓS!

Ajuda com doações:

Aqui é uma área mais delicada, se você que não tem como participar de outra maneira, mas quer participar desta empreitada de uma forma mais emergencial e quiser doar algum valor ao artista Marcelo Salaza seguem os dados da conta bancaria dele e do Paypal para quem utiliza este sistema:

Itau:
Marcelo da Silva Casaqueviti
Agência: 8379
Conta Corrente: 18634-2
-----------------
 Paypal:
casaqueviti@gmail.com

No demais quero agradecer a todos que de alguma forma estão se mobilizando e aos que já estão cedendo artes para o leilão, compartilhando, curtindo postagens e ajudando a divulgar a ação de auxilio ao Marcelo Salaza...

Peço desculpas por qualquer excesso ou termo colocado indevidamente, só estou tentando fazer o que acredito que um amigo deva fazer, SER AMIGO!

Cordialmente,

Jota Trindade
 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

SUPER-HERÓIS DAS HQBs- BRASÃO VERDE

Um supercombo do Brasão Verde pra você, amigo leitor! Pra fechar o ano com chave de ouro! Leia e divirta-se!                                                                                                                                               




Facebook: https://www.facebook.com/emerson.lino.543

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

II Feira Cultural Libertária São Luís/MA


A Feira Cultural Libertária chega a sua esperada segunda edição, organizada mais uma vez pelos diversos indivíduos envolvidos diretamente com a causa libertária, que se organizam no Núcleo de Atividades Libertárias Ludovicense e seus simpatizantes, dando continuidade a este evento que pretende se manter sempre com edições anuais regulares. O evento apresentará desde venda e mostra de livros, jornais, revistas, fanzines e outros materiais libertários, construção de espaços de debate e palestras, assim como diversas atividades culturais, como exposições, poesias, apresentações teatrais, musicais e outras atividades de cunho libertário. Contribua você também!

Quando? Sábado, 14 de Dezembro de 2013
Horário? Das 15 às 21h
Onde? Casa do Tambor de Crioula de Mestre Amaral, Rua Montanha Russa, S/N - Centro, São Luís/MA (Referencia: Na rua do ICBEU pra quem vier pela Av. Beira-Mar ou Na rua ao lado do Palácio dos Leões pra quem vier pela Av. Dom Pedro II)
> Entrada Franca <

Programação e Infos: www.feiralibertariasaoluis.noblogs.org

Organização:

Núcleo de Atividades Libertárias Ludovicense
Caixa Postal 236
CEP: 65010-970 São Luís, MA – Brasil

Apoio:
Coletivo Tudo Que é Sólido Desmancha no Ar.
facebook.com/groups/158815250956024 

Visite a página no facebook:

domingo, 8 de dezembro de 2013

VAMOS NOS PREPARAR PARA A VOTAÇÃO DO TROFÉU ANGELO AGOSTINI?


OS CRITÉRIOS
A votação é aberta a todo mundo. Pode votar quadrinhista (profissional ou amador), estudioso, colecionador, aficcionado pelo quadrinho nacional e leitores de gibis ou tiras de jornais. Basta preencher a cédula eletrônica (como no ano passado) que entrará no Blog na segunda quinzena de dezembro e enviar até a primeira semana de janeiro. Feita a apuração, os vitoriosos serão homenageados, com direito a debate, exposição, troféu e muita badalação. O resultado final e o local da festa serão divulgados ainda este ano neste Blog (e nos Blogs especializados), em revistas e jornais de circulação nacional. É normal os artistas fazerem campanhas entre seus conhecidos, alunos e fãs, até porque se o artista não mostrar seu trabalho pro Brasil inteiro, não tem como ser conhecido (e votado).
Tentaremos adicionar no voto eletrônico o controle dos votantes pelo endereço IP, cadastro prévio ou número de documento. Se não for possível, assim como no ano passado, votos sequenciados (com intervalos de segundos) abusivos serão desconsiderados, garantindo assim uma campanha limpa. No ano passado a apuração coordenada por Fernando dos Santos foi a mais rápida da história. Depois de 1 dia inteiro de trabalho, tivemos o resultado da votação para o 29 Troféu Angelo Agostini graças aos dispositivos da cédula on-line no Blog, que certamente facilitou a votação do pessoal. Foi também a eleição com a maior participação da história do prêmio: QUASE 15 MIL VOTOS (exatos 14.937)! Prova que o pessoal estava mobilizado em suas campanhas, e que os premiados estavam bem cotados pelo público leitor de Quadrinhos e Cartuns no Brasil.
CATEGORIAS
Existem seis categorias no prêmio Ângelo Agostini:
MELHOR DESENHISTA DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
MELHOR ROTEIRISTA DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
MELHOR CARTUNISTA DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
MELHOR LANÇAMENTO DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
MELHOR LANÇAMENTO INDEPENDENTE DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
MELHOR FANZINE DE 2011: 1º......................................... 2º.........................................
PRÊMIO (CONTRIBUICÃO AO QUADRINHO NACIONAL) JAYME CORTEZ : 1º......................................... 2º.........................................
MESTRES DO QUADRINHO NACIONAL: 1º................................................................. 2º................................................................. 3º................................................................. 4º ................................................................
MESTRES DO QUADRINHO NACIONAL
Deve-se votar em QUATRO artistas que tenham se dedicado aos quadrinhos, pelo menos nos últimos vinte e cinco anos. Um Mestre não pode ganhar duas vezes. Veja a lista de todos os premiados para não votar errado. http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_ganhadores_do_Prêmio_Angelo_Agostini
A lista de grandes profissionais que podem ser lembrados e votados para o prêmio de MESTRE DO QUADRINHO NACIONAL é a seguinte:
-DÉCADA de 50: Fernando Lisboa.
-DÉCADA de 60: José Meneses, Mario Jaci, Luiz Meri, Kazuhiro, Wilson Fernandes, Manoel Ferreira, Maria das Graças Maldonado, Francisco de Assis, Nilson Azevedo, Lucaz, Edmo Rodrigues, Fernando Almeida, Edgard de Sousa, Antonio Martins, Manuel Nunes, Joseval e Clip Pop.
-DÉCADA de 70: Osvaldo Sequetin, Nelson Padrella, Wanderley Felipe, Ailton Elias, Bira Câmara, Altair Gelattti, Gustavo Machado, Antonio Cocolete, Itamar Borges, Alain Voss.
-DÉCADA DE 80: Toninho Lima, Cesar Lobo, Francisco Vilachã, Pedro Mauro Moreno, Byrata Lopes, Edgar Vasques, Biratan (do Pará), Paulo Branco (Campinas), Dalcio Machado.
FANZINES:
José Agenor Ferreira, Aimar Aguiar e Gutemberg.
ESTUDIOSOS:
Dagomir Marquezi, Djota Carvalho, Paulo Ramos, Valdomiro Vergueiro, Sônia Bybe Luyten e Sérgio Augusto.
MELHOR DESENHISTA, MELHOR ROTEIRISTA e MELHOR CARTUNISTA
Qualquer profissional ou amador que esteve em atividade durante o ano de 2011. Procure folhear revistas, consultar coleções e se informar. Não esqueça dos profissionais que desenvolvem seu trabalho nos grandes estúdios, como o de Maurício de Sousa, que têm seus nomes poucos divulgados.
MELHOR FANZINE
Título publicado durante o ano de 2011 (mesmo que exemplar único), que seja caracterizado como fanzine, ou seja, com informações, notícias, resenhas ou notas sobre quadrinhos. Não confundir com revistas em quadrinhos independentes, que podem ser votadas na categoria de Melhor Lançamento.
MELHOR LANÇAMENTO
Valem todas as publicações com produção de artistas nacionais que tiveram seu número 1, exemplar especial ou número único lançado em 2011, para o mercado brasileiro. Como a tarefa de listar todos os lançamentos era insana e deixava várias lacunas, o leitor pode consultar as postagens ao longo do ano no Blog da AQC.
MELHOR LANÇAMENTO INDEPENDENTE
Lançamentos que tiveram o primeiro número, especial ou número único lançado em 2011, para o mercado brasileiro, editado pelo próprio autor ou por pequenas editoras, de baixa tiragem.
JAYME CORTEZ
Vai para quem tenha incentivado nossa arte através da divulgação, edição, promoção ou qualquer ação que tenha aberto espaço para o quadrinho nacional, também durante o ano de 2011. Evidente que possivelmente esquecemos algum artista, mas você pode nos enviar a sugestão (biradantas@globo.com), que o incluiremos na lista.
QUASE TUDO SOBRE O TROFEU ANGELO AGOSTINI
http://www.bigorna.net/index.php?secao=artigos&id=1134708984

As novidades da Ugra Press


A editora independente paulistana Ugra Press divulgou novidades que prometem agradar os fãs de fanzines e quadrinhos. Trata-se do já tradicional Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas e da Coleção Maldito Seja.
Após duas bem sucedidas edições (2011 e 2012), o Anuário chega agora a sua terceira edição ainda mais completo e volumoso. Atendendo à convocatória lançada em meados de 2012, editores de diversas nações ibero-americanas enviaram suas publicações para a Ugra Press.
Todo o material foi lido e resenhado pelo editor Douglas Utescher e pelos colaboradores (e fanzineiros de longa data) Flávio Grão e Márcio Sno. Compiladas. As resenhas formam um minucioso retrato da produção contemporânea de impressos independentes. São fanzines, livros artesanais, livretos, jornais amadores e revistas coletivas que abrangem uma gama de temas e linguagens, incluindo política, música, sexualidade, educação, humor, histórias em quadrinhos, fotografia, ilustração, prosa, poesia e ensaios – tudo devidamente comentado e catalogado.


Além das resenhas, o Anuário apresenta 29 entrevistas com autores/editores, guias de acervos e eventos dedicados às publicações independentes, uma HQ do artista chileno Asertijo e uma seção de estatísticas.
A capa e as ilustrações foram criadas pelo veterano quadrinhista catarinense Henry Jaepelt com exclusividade para esta edição.
Essa terceira edição abrange a produção das nações ibero-americanas e quase dobra os números da primeira: são 240 resenhas em 76 páginas. As publicações recebidas, além de serem resenhadas, formam atualmente a exposição “Panorama Ibero-Americano de Publicações Independentes”, que já esteve em cartaz no Centro Cultural São Paulo (em São Paulo/SP, como parte do 3º Ugra Zine Fest) e na Oficina Cultural Gerson de Abreu (em Iguape/SP, como parte do 1º Festival Literário de Iguape).

3ADFZPA | Terceiro Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas | 76 páginas | 21 x 29,7cm | 400 exemplares | R$25

Já com a coleção Maldito Seja, a editora independente faz sua estreia nas HQs. Idealizada em 2011, a coleção finalmente começa a se materializar com o lançamento simultâneo de seus dois primeiros volumes: Maldito Seja Henry Jaepelt e Maldito Seja Law Tissot.
O projeto tem a proposta de garimpar o melhor dos quadrinhos autorais brasileiros produzidos entre a década de 1980 e o início dos anos 2000, originalmente publicados em fanzines e revistas independentes. Estes trabalhos visionários estão agora sendo reunidos em álbuns dedicados a cada autor, prontos para serem relidos pelos antigos fãs e descobertos por novos leitores.
Para contextualizar o trabalho destes autores, cada edição inclui uma extensa entrevista com o artista, um prefácio redigido por alguém que tenha acompanhado sua trajetória e, obviamente, uma seleção de seus quadrinhos e ilustrações.
Fiel ao espírito independente que rege este material, os dois primeiros volumes foram impressos no ateliê do lendário Marcatti, ícone dos quadrinhos undergrounds brasileiros, em sua impressora offset Multilith 1250.
Maldito Seja Henry Jaepelt – Catarinense natural de Timbó e há quase três décadas cria ilustrações e histórias em quadrinhos para publicações independentes. Foi um dos mais atuantes artistas gráficos no efervescente cenário fanzineiro das décadas de 1980 e 1990, tendo seus trabalhos publicados no Brail e no exterior. Dono de um traço inconfundível, transita por diversos gêneros sem perder sua identidade.
Maldito Seja Henry Jaepelt conta com prefácio escrito por Denílson Reis, uma entrevista de 15 páginas com o autor e 55 páginas de quadrinhos!
84 páginas |15,5 x 23cm | 500 exemplares | R$25

Maldito Seja Law Tissot – Arte-educador, video-maker, quadrinista e publica fanzines desde 1984. Nos anos 1990, participou do portal Cybercomix, um marco nos webcomics brasileiros. Ao lado de Lorde Lobo editou Areia Hostil, que em 2006 conquistou o Troféu HQMIX na categoria prozine. Em 2009, por meio do edital Interações Estéticas, da Funarte, criou a Fanzinoteca Mutação. Em 2013 retomou a produção do zine X-Tro.
Maldito Seja Law Tissot conta com prefácio escrito por Fábio Zimbres, uma entrevista de 15 páginas com o autor e 55 páginas de quadrinhos e ilustrações!
84 páginas |15,5 x 23cm | 500 exemplares | R$25

Nascida em 2010, a Ugra Press é uma editora, loja virtual e produtora de eventos paulistana com foco na fomentação e divulgação da cultura independente. Publica o “Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas”, organiza anualmente o “Ugra Zine Fest” – um evento dedicado ao universo dos zines e da cultura faça-você-mesmo – e foi pioneira na criação de uma loja virtual dedicada exclusivamente às publicações independentes nacionais e importadas. Contatos: www.ugrapress.com.br | ugra.press@gmail.com | (11) 98458 8631

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

DOWNLOAD - DESCONHECIDOS #2


No período mais negro do nosso país, a ditadura militar encobriu um projeto secreto realizado pelo governo americano em nosso país que usava como cobaias pessoas que lutavam contra a ditadura. Agora os sobreviventes e seus descendentes devem enfrentar uma nova ameaça  que deve unir todos eles...

Download: http://www.mediafire.com/download/bu22fb24hv2ih4y/Desconhecidos+2.rar

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

DOWNLOAD - ÁGUIA DOURADA #1

 ÁGUIA DOURADA - A ORIGEM

INÍCIO - 1994 - Zine Fusão Comics n.º 3
Com a criação da FUSÃO COMICS em 1993, foi lançada no mesmo ano a sua edição de estreia, a FUSÃO COMICS # 1 com as aventuras de um super-herói chamado SOLAR.Em 1994 entrei no zine, e na mesma hora abriram um espaço para colocar o meu herói, o CAÇADOR, na FUSÃO COMICS # 2. Mas o Caçador foi rejeitado pelo pessoal do zine por causa das baixas vendas e na mesma hora foi engavetado.Porém, em uma reunião com o grupo , o pessoal me deu a edição de n.3 da FUSÃO inteirinha só pra mim, mas que eu tinha que lançar algo novo. E como eu só tinha o Caçador, eu voltei pra mesa de desenho pra criar um novo personagem, mas a idéia não vinha e pra relaxar peguei as hqs do SUPER-HOMEM para ler as aventuras da minha heroína favorita, a MULHER-MARAVILHA. E foi aí que tive a idéia de criar não um herói e sim uma heroína inspirado na Mulher-Maravilha, mas que não fosse igual a ela. Depois de milhões de esboços nada saía, e ao ver uma matéria de uma ave chamada ÁGUIA DOURADA, aí finalmente tinha nascido uma heroína brasileira, mas ela precisava de um vilão, mas não foi difícil de ter uma idéia, porque se a ÁGUIA DOURADA, parecia muito um anjo em criei um vilão o oposto dela, e aí nasceu o DEMÔNIO DO FOGO. E no mesmo ano saiu a FUSÃO COMICS # 3, onde à ÁGUIA DOURADA é Lúcia Rodrigues, casada, e com uma filha, a Éli Ravina, e tinha uma parceira, a Nili Kamek, onde no final Nili desaparece e Lúcia é fica em coma no hospital, sendo liberada tempos depois. A heroína agradou o leitor e as vendas foram boas, mas de repente o pessoal do ZINE começou a falar que os leitores odiaram a personagem porque ela era muito INGÊNUA e DELICADA demais e resolveram simplesmente tirar ela da FUSÃO COMICS.
A partir daí, depois de varias tentativas de relançar a personagem, resolvi engavetá-la e não lancei mais nada dela.


 
O RETORNO - 2008 - OS PATRIOTAS

Depois de anos sem lançar nada da personagem, eu me animei a trabalhar com ela de novo, depois que entrei no fotolog do BRUNO SAUERBRONN, e vi a proposta dele e de LINC NERY de montar uma equipe de super-heróis brasileiros chamada de OS PATRIOTAS. E rapidamente mandei a Águia Dourada para eles, e depois de dois dias ela já estava no fotolog do Bruno já como PATRIOTA, desenhada por ele mesmo. Muitos comentários de artistas brasileiros, deram a sua opinião sobre a personagem e os Patriotas. Depois do apoio dos artistas, resolvi relançar a personagem, fazendo DUAS HQs dela.
A Águia Dourada não mudou muito só o uniforme dela que foi tirado algumas coisas que não estavam agradando e seus poderes que
A edição 1 e 2 da hq foi lançado em agosto de 2008, e depois disso a personagem cresceu mais ainda perante ao público. E em 2009, foi lançada a edição# 3 da personagem.

Este foi um pequeno exclarecimento para que você possa compreender um pouco sobre as origens e o universo desta super-heroína. Agora, amigo leitor, você terá a grande oportunidade de acompanhar as aventuras da Águia Dourada por aqui. Espero que curtam... Um abraço forte e boa leitura!


E não deixem de conferir a página do autor e conhecer um pouco mais de seus trabalhos: http://alvohq.blogspot.com.br/

domingo, 1 de dezembro de 2013

1º GibiFest


O Grupo Quadrante Sul (Alex Doeppre, Denilson Reis, Jerônimo Souza e Marcelo Tomazi) coordenará o 1º GibiFest – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop que ocorrerá na Feira do Livro de Cachoeirinha/RS, com uma série de atividades que vão de palestras a oficinas de desenho. Entre os convidados estarão os desenhistas Matias Streb e Jader Correa (com trabalhos produzidos para o mercado norte-americano de quadrinhos), os professores Gelson Weschenfelder e Fábio Martins, o fã-clube WhoviansRS e outros. Além dos convidados teremos uma série de atividades.

Serviço:
O que: Evento de quadrinhos e cultura pop coordenado pelo Grupo Quadrante Sul
Local: Feira do Livro de Cachoeirinha/RS – Praça da Juventude
Data: 07/12/2013
Horário: 14h às 20h 

Cronograma
14h – Evento TelaHQ: Debate sobre quadrinhos e séries de TV com Whovians (seriado Dr Who), Supernatural Brasil (seriado Supernatural), e Marcelo Tomazi (seriado The Walking Dead) – mediação de Alex Doeppre;
16h – Oficina de Desenho com Matias Streb e Jader Correa;
18h – Universo Marvel/DC: novidade do mundo dos super-herois com Gelson Weschenfelder e Fábio Martins – mediação de Rogério de Souza.

Atividade diária (14h às 20h)
* Mostra de HQ (páginas de HQs do Grupo Quadrante Sul e convidados);
* Feira de Fanzines (venda de publicações independentes – Anderson Ferreira);
* Exposições: posters, livros, toy-art e outros objetos de colecionadores.

Contatos:
E-mail: tchedenilson@gmail.com

Montando um fanzine

Como podem ver, o Novo Sistema está sendo reformulado e agregando novos marcadores de postagem. Hoje vamos apresentar o processo de montagem de um zine. Talvez muita gente já saiba, mas é sempre bom relembrar!
 
Vamos trabalhar com um fanzine de 4 páginas + capa. Para isso vamos precisar de 2 folhas de papel. A primeira folha terá a capa. Ela deve ser montada da seguinte forma:
 
 
A segunda folha terá num dos lados a última página do zine do lado esquerdo (a não ser que o sentido de leitura não seja o ocidental) e do lado direito a página 1. No verso da folha, coloque a página 2 do lado esquerdo e penúltima página do lado direito. Desta forma, ao juntar as folhas e dobrá-las, você permite que a leitura corra como numa revista, como no exemplo abaixo:
 

 
Caso seu fanzine tenha mais páginas, 12 por exemplo, basta seguir o exemplo abaixo.  
 
 
Após estruturado, basta tirar cópias doseu zine e distribuir, recebendo dinheiro pra isso ou não. Mesmo sem dinheiro, é um ótimo exercício de produção e uma experiência muito legal.
 
Fica a dica!

=D
 
 

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Coletivo Capa Comics lança revista com histórias ambientadas na Baixada Fluminense

 
O Coletivo Capa Comics publica online webcomics e também produz a revista independente CAPA Comics, com histórias em quadrinhos de diversos gêneros e vários artistas. 


O texto que o Capa Comics usa para se apresentar tem dois questionamentos: “Por que todo super-herói tem que nascer nos EUA? Por que todo super-vilão tem que atacar Nova York?”. A resposta do coletivo, composto por roteiristas e ilustradores, surgiu no dia 27 de setembro, em forma de uma revista com modestas 20 páginas, a uma tiragem de quatro mil exemplares.
A primeira edição do Capa Comics introduz personagens bem brasileiros. Mais especificamente, da Baixada Fluminense. É o resultado do esforço de 16 amigos, moradores da região, que se cansaram de ver um Brasil estereotipado nas HQs estrangeiras e decidiram levar a realidade de onde vivem para a arte sequencial.
Eles colocaram no papel histórias como “Polly & Pumpkins”, sobre uma dupla de 21 anos que lidera uma banda de rock, vivendo a expectativa de realizar seu primeiro grande show no Rockcaxias Fest. E “Detrito”, um professor transformado num “homem cocô” que vive às margens do Rio Sarapuí, “onde as pessoas lançam tudo o que não cabe mais em seu mundo perfeito”, e que agora precisa lutar contra monstros horríveis. O nome do grupo é inspirado em Tenório Cavalcanti, o político de Duque de Caxias conhecido como Homem da Capa Preta.
— Stan Lee está para Nova York como nós estamos para a Baixada — diz, sem modéstia, o idealizador do Capa, João Carpalhau, em referência ao autor de Homem-Aranha, Hulk e X-Men. — Aqui é o nosso foco porque é a nossa casa. Nossa missão é valorizar a HQ nacional. A galera boa daqui desenha lá fora. O contexto do quadrinho brasileiro hoje é resumido a Ziraldo e Mauricio de Sousa. Queremos ampliar isso.
Antes de a revista sair de uma gráfica de Bonsucesso — a impressão custou R$ 2 mil —, o coletivo já alimentava o seu site, desde abril, com HQs curtas que oferecem prévias de futuras aventuras. Os traços traduzem a variedade de estilo que marca os membros do Capa. O mangá, por exemplo, é uma influência evidente em “Polly & Pumpkins”. Já o “Doutrinador” exibe linhas mais realistas e sombrias.
— Cada leitor se identifica com um gênero. Mas todos os públicos, quando leem uma poesia, gostam. No fim, tudo é arte sequencial. Nosso estilo é o quadrinho nacional. A gente nem se preocupa com a estética — observa Carpalhau, recebendo acenos de aprovação de seus colegas.
Carpalhau tem 33 anos, um filho de 6 e uma tatuagem no braço direito em que se lê “Excelsior”, a expressão que Stan Lee usava ao fim de todo artigo na “Bullpen Bulletins”, seção de notícias da Marvel Comics. A mãe, ex-professora de literatura, o alfabetizou com gibis. Foi assim que conseguiu atenuar a dislexia (“As palavras me ‘caíam’, então eu comecei a ver a letra como ilustração”, ele conta). As aulas de bateria também ajudaram um pouco.
Morador de Duque de Caxias, não demorou para conhecer colegas que compartilhassem o mesmo interesse. Com a ajuda da internet, angariou os entusiasmados que faltavam para completar o Capa Comics, um sonho de longa data. Todo mundo que trabalha no coletivo é voluntário.
O projeto ainda está no começo. A segunda edição da revista estava prevista para sair no fim de novembro, mas o lançamento deve atrasar. Falta patrocínio. A estreia teve apoio de um restaurante, que bancou a impressão em troca de um anúncio na segunda página. Carpalhau garante que o estabelecimento viu um crescimento nos pedidos de quentinhas.
Mas os sinais da vitória do empreendimento começam a aparecer. A publicação, que no momento pode ser encontrada num mercado municipal de Caxias e em algumas lojas e bancas, deve ser encaminhada para leitores pelo correio. Os pedidos já existem, de várias partes do Brasil. Além disso, o modelo de produção inspirou outras comunidades.
— Na Rocinha já tem gente querendo fazer quadrinhos — orgulha-se Alexandre D’Assumpção, redator responsável pelo editorial que abre a revista.
Sumpa, como é chamado pelos companheiros, também roteiriza a seção Cópia Comics, em que um personagem gringo é retirado de seu contexto original e inserido na realidade da Baixada. Na Capa Comics nº1, conhecemos o Gastãozinho, o Fantasminha da Baixada.
— Nessa história, ele está procurando um emprego. Há muitos funcionários fantasmas por aqui — ri.
Mas o gancho geográfico não restringe a imaginação de nenhum dos roteiristas. O Doutrinador, por exemplo, caça pelo Brasil todos aqueles que “produzem a miséria e o atraso”. Estão, nesse pacote, políticos e celebridades da TV. Esse justiceiro às avessas, que se define como um “super soldado num país sem guerras”, não mede esforços em seu desejo de vingança e assassina senadores corruptos onde quer que estejam.
— Surgimos com uma abordagem regional, mas não queremos ser bairristas. A Baixada é um resumo do Rio e do Brasil. Temos japoneses, nordestinos, gente de todas as etnias. Esse contexto nos dá a possibilidade de expandir o universo — explica Carpalhau.
Os planos para o futuro incluem uma websérie, novos personagens (os carros-chefes, a partir de agora, serão o Detrito e um herói que ganha superpoderes ao achar a capa verdadeira de Tenório Cavalcanti) e, talvez o mais ousado de todos, a construção da primeira Gibiteca Municipal da Baixada Fluminense.
Sete quadrinistas do Capa Comics receberam O GLOBO no primeiro andar da Biblioteca Leonel Brizola, em Duque de Caxias, onde pretendem montar a gibiteca e oferecer à criançada alternativas para trabalhar e se familiarizar com as HQs. O espaço, porém, está quase vazio. Eles já têm uma parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, mas precisam de doações.
O grupo de artistas não quer imprimir denúncias ou manifestos em sua obra. Todos rejeitam, por enquanto, um viés político no Capa Comics. Eles dizem que querem se divertir. Mas, no fundo, Sumpa enxerga uma motivação mais séria para o que está fazendo:
— Quando eu era garoto, existia uma certa vergonha de falar de onde vinha, como se a Baixada Fluminense servisse só para empregado e porteiro. Com a Capa Comics, estamos dizendo: esta é a nossa origem. Você se aceita. E aí você se torna uma pessoa melhor.



Texto extraído de: http://oglobo.globo.com/ 

Curta a Fanpage da Capa Comics no Facebook: https://www.facebook.com/CapaComics

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Inauguração da primeira galeria de ilustrações do País


Haverá exposição inaugural, denominada “São Paulo Ilustrada”, onde artistas retratam sua visão sobre a maior metrópole do hemisfério sul
No dia 5 de dezembro, em São Paulo, a Galeria Ornitorrinco exibirá obras ilustradas e promoverá o desenvolvimento da ilustração e de seus autores por meio de exposições regulares e eventos paralelos, como cursos e workshops relacionados à área.
Idealizada pelos ilustradores Mauro Souza e Marcio Guerra, a Galeria será a primeira galeria de ilustrações do Brasil. Localizada à Avenida Pompeia, 520, o espaço exibirá obras de ilustradores consagrados, além de jovens artistas promissores.
Em sua exposição inaugural, denominada “São Paulo Ilustrada”, artistas retratarão sua visão sobre a maior metrópole do hemisfério sul, uma cidade plural e orgânica que, apesar de controversa, congrega todos aqueles que por ela passam ou residem. Dessa forma, as obras não serão somente o registro de um momento, um lugar, um personagem ou um sentimento, mas, a expressão artística do autor versus sua relação com a cidade.


 A ideia da abertura da galeria remonta ao início deste ano. Na ocasião, Mauro Souza e Marcio Guerra, sócios do Estúdio Ornitorrinco, perceberam que havia uma demanda do mercado de colecionadores e consumidores de arte por trabalhos de ilustração já conhecidos no mercado editorial e publicitário.
Em paralelo a isso, ilustradores produziam expressivamente, porém sem um local em que pudessem expor suas obras. Aliando essas duas necessidades, resolveram criar a primeira galeria brasileira de ilustração.
A mostra inaugural, que ficará até o dia 5 de fevereiro, reunirá em seu acervo obras de Alexandre Eschenbach, Anderson Nascimento, Attílio, Baptistão, Claudio Gil, Davi Calil, Gonzalo Cárcamo, Jean Galvão, João Montanaro, Julia Bax, Junior Lopes, Kako, Leo Gibran, Marcio Ramos, Montalvo Machado, Orlando Pedroso, Rogério Coelho, Wagner Zuri, Willian Chamorro e Zé Otávio, que serão comercializadas.
Os apreciadores da arte dos desenhistas poderão encontrar algumas surpresas no acervo para venda como uma arte exclusiva e inédita do ícone dos quadrinhos Alex Raymond (desenhista do Flash Gordon e RipKirby entre outros).
O local ainda organizará exposições regulares, com 30 a 60 dias de duração, assim como cursos e workshops relacionados à área, a partir de janeiro. Entre eles, estão: Oficina de encadernação com Alexandre Eschenbach; Workshop de caricatura com Baptistão; Palestras com Montalvo Machado; e Workshop de ilustração editorial, por Mauro Souza.


Exposição Inaugural “São Paulo Ilustrada”

Os artistas Alexandre Eschenbach, Anderson Nascimento, Attílio, Baptistão, Claudio Gil, Davi Calil, Gonzalo Cárcamo, Jean Galvão, João Montanaro, Julia Bax, Junior Lopes, Kako, Leo Gibran, Marcio Ramos, Montalvo Machado, Orlando Pedroso, Rogério Coelho, Wagner Zuri, Willian Chamorro e Zé Otávio retratarão sua visão sobre a maior metrópole do hemisfério sul, uma cidade plural e orgânica que, apesar de controversa, congrega todos aqueles que por ela passam ou residem. Dessa forma, as obras não serão somente o registro de um momento, um lugar, um personagem ou um sentimento, mas, a expressão artística do autor x sua relação com a cidade.
Período: de 5/12/2013, às 19h (abertura), a 5/02/2014
Horário: de segunda a sábado, das 10h às 19h
Local: Galeria Ornitorrinco (Av. Pompeia, 520)
Tel.: (11) 2338-1146
Site: www.galeriaornitorrinco.com.br
E-mail: contato@galeriaornitorrinco.com.br
Compras: através de pagamento em dinheiro ou cartão de crédito.